beber vinho
uvas no lugar de estrelas
num céu verde
tão verde
imensa infinita parreira
para nunca saber
se dormimos ou estamos acordados
quem está dentro de quem
em pé ou deitado
girando só estaremos girando
luminosos pássaros em bando
cagando sobre a bolsa de nova iorque

Nenhum comentário: